10-03-2007

Spirou no Público

 

No passado dia 7 de Março, o jornal "Público" lançou, em parceria com as Edições Asa, uma colecção constituída por 20 álbuns de banda desenhada com as aventuras de Spirou e do seu inseparável amigo Fantasio.

Spirou é um dos mais famosos heróis da banda desenhada europeia, em particular, da banda desenhada franco-belga, tendo sido criado, em 1938, por Robert Velter (pseudónimo Rob-Vel: 1909-1991), o qual, mais tarde, cede a personagem a Jijé, até que, a partir de 1946, a personagem passa para André Franquin (1924-1997) que dela se ocupará até 1968.

Entretanto, após Franquin ter abandonado a personagem, de então para cá, a série foi sendo retomada por vários artistas e autores que, ao longo dos últimos 40 anos, têm contribuído para assegurar a continuidade do sucesso e popularidade das aventuras de Spirou. Com efeito, este herói tornou-se, ao longo de já quase 70 anos de vida, numa das séries de banda desenhada mais bem sucedidas de sempre, muito apreciada por várias gerações de leitores, sendo, por isso mesmo, um verdadeiro clássico da banda desenhada europeia.

Do total de 20 álbuns (editados pelas Edições Asa) que sairão com o jornal "Público", todas as quartas-feiras, por mais € 5,40, 9 deles são inéditos, uma vez que nunca antes foram editados em Português.

A título de curiosidade, resta acrescentar que os álbuns de Spirou têm sido editados em Portugal, primeiro pela Editora Arcádia, a seguir pela Editorial Publica, mais tarde pela Meribérica/Liber e, actualmente, pelas Edições Asa.

Alexandre Ribeiro

31-10-2006

Manual de Posições para Labregos

 

Manual de Posições para Labregos

Autor: Álvaro
Editor: Pedranocharco Publicações
Págs.: 106 a P&B
Brochado. Capa a cores.
Preço: € 9,00

Prémio Cartoon 2005 no FIBDA.

Na sequencia de As Insustentáveis Incompatibilidades dos Seres (edição de autor), Álvaro decidiu continuar com algumas das personagens deste álbum e realizar um livro muito mais científico e pedagógico: o MANUAL DE POSIÇÕES PARA LABREGOS, que agora sai a público.

Lembremos que Álvaro ganhou o Prémio Cartoon no Festival da Amadora em 2005.

Por outro lado, a Pedranocharco, saindo de uma certa letargia, durante a qual apenas publicou um ou outro fanzine, decidiu voltar à actividade editorial e, uma vez que este livro do Álvaro estava praticamente pronto e revelava um potencial comercial indesmentível, decidiu-se avançar com ele, de modo a poder ser lançado durante o FIBDA.

Saiu exactamente durante a inauguração do Festival!

Atenção que este Manual (não, não é Manuel…) contém todos os predicados para aferir o grau de labreguice (sexual, claro) dos leitores. No final existe mesmo um teste destinado a esta aferição, com uma precisão inigualável.

Lembre-se caro leitor: o labrego sexual, estende a labreguice a todas as áreas da sua vida, contribuindo para tornar, cada vez mais este país, naquilo que ele é!!!

25-10-2006

A Morte de Salazar

 

Saiu o album de BD "Salazar - Agora, Na Hora da Sua Morte",
de João Paulo Cotrim (texto) e Miguel Rocha (desenhos)


A cerimónia de lançamento será:
- Lisboa: 30-Out-2006, 18:30, Salão Nobre do Ministério das Finanças, Ala Oriental da Praça do Comércio (Átrio das Exposições)
- Porto (Gaia): no dia 31-Out-2006, pelas 19:00, Sala de Âmbito Cultural, piso 6, El Corte Inglés, Vila Nova de Gaia.

24-10-2006

BDjornal #15

 

O BDjornal #15 JÁ ESTÁ NO FESTIVAL I. DE B.D. DA AMADORA 2006 (FIBDA) e em distribuição.


Nesta edição temos a estreia de José Carlos Fernandes com um texto sobre os Festivais de BD: O MAGNÍFICO MAUSOLÉU DA BD. JCF será cronista fixo em todas as próximas edições do BDjornal.

Uma entrevista com Pedro Silva sobre a transformação da BDmania em editora (continuando também a ser o nome da loja como até aqui): é a editora a que Daniel Maia se referia no texto sobre o Estado da Edição de BD.

Ainda um texto de Mário Freitas sobre a transformação do nome da Kingpin of Comics em chancela editorial (parece que a moda de virar nome da loja em editora pegou!) com uma pequena nuance: Kingpin Comics.

Esta edição do BDjornal contém ainda, o Programa do FIBDA. Uma entrevista de Pedro Cleto a Frank Giroud o argumentista e criador do DECÁLOGO (tem exposição no FIBDA2006).

O DICIONÁRIO UNIVERSAL DE BANDA DESENHADA, de Leonardo de Sá - primeira parte da Letra C.

A NOVA MANGÁ NA AMADORA, de Nuno Franco.

NOS 20 ANOS DE DILAN DOG, de João Miguel Lameiras.

A ARTE DE FILIPE ABRANCHES, de J.M.Lameiras.

NOVAS DA EDIÇÃO ALTERNATIVA, de Sara Figueiredo Costa.

7 DE OUTUBRO FOI JORNADA MUNDIAL DE 24 HOURS COMICS, de Clara Botelho. (Pedimos desculpas pela gralha no título deste texto no Sumério da pág. 2).

COLECCIONAR A PREÇOS MÓDICOS, de Pedro Cleto.

EL CIRCO DEL DESALIENTO (livro de David Rubín, que vai estar no FIBDA no próximo fim de semana), de Pedro Moura.

ALTOS E BAIXOS NA INDÚSTRIA DOS COMICS, de Clara Botelho.

PRÉMIOS HARVEY, de Clara Botelho.

BLOG LIBANÊS MOSTRA AOS QUADRADINHOS EFEITOS DA GUERRA NO DIA A DIA, de Pedro Cleto.

A GUERRA DOS CARTOONS, DE MAOMÉ AO HOLOCAUSTO, de Osvaldo de Sousa.

Isto para além das BDs, BRK de Filipe Pina e Filipe Andrade (que estão no FIBDA a dar autógrafos e com prints de BRK para venda); OS MONÓTONOS MONÓLOGOS DE UM VAGABUNDO, de Hugo Teixeira; MORGANA - O CASTELO NAS NÚVENS, de José Abrantes e uma BD sem título de Teresa Câmara Pestana (des) e Vasco Câmara Pestana (arg).